Conto 3 - Escolha

Publicado em Julho de 2015
Dentre tantas moças no mundo, eu tinha que querer logo ela?
Por que ela se tornou tão especial para mim?
Ou seria eu que a tornei especial desta forma?

Com tantas mulheres nesta cidade, por que eu tinha que me apaixonar justamente por aquela que não está aqui?
Simples. São todas tão vazias, supérfluas, fúteis, iguais...

Graças a Deus a humanidade avançou a um ponto onde temos internet. Onde posso conversar com as pessoas que gosto, onde posso fazer negócios, onde posso conhecer pessoas que certamente não conheceria se ela não existisse.
Ou não tão "certamente" assim. Pode ser que eu a encontrasse na fila do supermercado ou no banco...
O fato é que a encontrei. Ou ela me encontrou, não sei.

Mas esta distância me consome, me corrói...
Queria poder abraça-la, enchê-la de beijos, ver com meus próprios olhos seu sorriso hipnotizante. Andar na rua de mãos dadas, como duas crianças, me encantar com seu jeitinho meigo e suas expressões suaves.
Queria fazer aqueles olhos brilharem assim como fiz no primeiro dia que nos vimos...
Enfim, queria poder senti-la agora...

Tão distante, tão difícil....
Mas ao mesmo tempo tão linda, tão doce, tão forte apesar das fraquezas, tão perfeita apesar das imperfeições... tão única, tão minha.

Certa vez ouvi que o amor é como uma bola de neve, rolando montanha abaixo...
Ele deve começar como um pequeno e indefeso floco e neve que, com o tempo, cresce e atropela as pedras no seu caminho.
Acho bonita esta definição, mas discordo.
Acredito que o amor se fortalece sim com o tempo, mas que ele é principalmente um questão de escolha.
Escolhemos amar alguém. Escolhemos querer passar nosso tempo com ela, querer fazê-la sorrir, querer protegê-la, compartilhar nossos sonhos.
Escolhemos aceitar seus defeitos, inseguranças, manias e medos.
Escolhemos fazer sacrifícios e mudar os planos.
Enfim, escolhemos.

Eu escolhi amá-la, mesmo com toda esta distância nos separando.

E, com isto, faço uma última escolha por hoje:
Escolhi que vou fazê-la a mulher mais feliz do mundo. E escolho isto agora.

Estou indo encontrá-la.
Até mais.